Conecte-se Conosco
 

 

Tocantins

Pecuaria tocantinense se prepara para última campanha de vacinação contra a febre aftosa

Publicado

em

Todo o rebanho de bovídeos devem ser vacinados contra a febre aftosa. Foto - Keven Lopes / Governo do Tocantins

TOCANTINS – O Governo do Tocantins, por meio da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), está se preparando para executar entre os dias 1º e 30 de novembro, a última etapa de vacinação contra a febre aftosa no Estado, uma vez que, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) já anunciou a retirada da vacinação a partir de 2023.

Nesta etapa serão vacinados todos os bovídeos (bovinos e bubalinos) das propriedades e a expectativa é que sejam vacinados mais de 10,5 milhões de cabeças.

O presidente da Adapec, Paulo Lima, disse que espera vacinar todo o rebanho de bovídeos tocantinense. “Esta será a última campanha de vacinação contra a febre aftosa e para buscarmos o reconhecimento internacional de zona livre desta doença sem vacinação precisamos fazer o dever de casa e tenho certeza que os nossos produtores rurais têm esse compromisso com a defesa sanitária,” destacou Paulo Lima.

O responsável técnico pelo Programa Estadual de Erradicação da Febre Aftosa, João Eduardo Pires, disse que a única mudança que houve nesta última campanha foi a antecipação da vacinação para animais que vão para estações de montas, uma vez que alterada a estratégia da campanha em maio, onde foram vacinados os animais até 24 meses, e que não estavam em idade reprodutiva. Para estes animais e aqueles que participarão de eventos pecuários a vacinação já está autorizada desde o dia 02 de outubro.

Visando o fornecimento de vacinas no mercado, a Adapec já se reuniu com representantes de lojas agropecuárias para alinhar as estratégias da última etapa de vacinação no Tocantins. Representantes da Agência também reuniram nesta segunda-feira, 17, em Brasília, com o Mapa, durante o Fórum Nacional dos Executores de Sanidade Agropecuária (Fonesa), onde foram discutidas as estratégias para esta última etapa de vacinação e a sequência ao Plano Nacional de retirada da vacina.

TENDÊNCIA