Conecte-se Conosco
 

 

Policial

Após mais de 11 horas de diligência na Ilha do Bananal, Polícia Civil prende homem foragido do Mato Grosso por estupro de vulnerável

Publicado

em

FORMOSO DO ARAGUAIA-TO – Com o objetivo de dar cumprimento a um mandado de prisão em desfavor de um homem de 50 anos, o qual é investigado pelo crime de estupro de vulnerável no Mato Grosso, a Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), realizou nesta sexta-feira, 19, uma grande operação na Ilha do Bananal, que resultou na captura do indivíduo e também na apreensão de duas armas de fogo, que estavam de posse do mesmo.

Comandada pelo delegado-chefe da 8ª Divisão Especializada de Combate ao Crime Organizado (8ª DEIC), de Gurupi, Rafael Falcão, e contando com apoio de agentes da 84ª DP de Formoso do Araguaia, coordenados pela delegada chefe da unidade, Thuanny Rúbia Ferreira, além de policiais civis da 3ª DHPP e da 7ª Delegacia Regional de Gurupi, a ação foi deflagrada ainda por volta da 1 hora da madrugada desta sexta-feira, quando os policiais civis se deslocaram até o interior da Ilha do Bananal, no município de Formoso no sentido de localizar o paradeiro do homem.

Após mais de 11 horas de buscas e diligências no interior da ilha, os policiais civis conseguiram localizar o foragido da Justiça, o qual estava em uma espécie de retiro. Após buscas no local, os agentes localizaram de posse do homem, uma espingarda, calibre 28, outra espingarda, cujo calibre será definido pela perícia técnica, além de munições de calibres 28 e 22LR. Diante dos fatos, além de ser preso em cumprimento a mandado de prisão, o homem também foi autuado em flagrante pelo crime de posse ilegal de arma de fogo.

Em seguida, o indivíduo foi conduzido até a Central de Atendimento da PC, em Gurupi, e após a realização dos procedimentos legais cabíveis, recolhido à Unidade Penal local, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Operação Hórus
A operação Hórus é uma iniciativa do Ministério da Justiça e Segurança Pública e está sendo realizada em Gurupi ao longo de toda a semana, com prisões e apreensões de drogas, armas de fogos e captura de foragidos da Justiça.

Na última segunda-feira, dia 15, a operação teve início com a captura do primeiro foragido da Justiça, de Gurupi, por ser o fornecedor de drogas a vários traficantes de drogas da cidade de Palmeirópolis. Na ocasião, o homem de 20 anos foi capturado pela força-tarefa, liderada pela 8ª DEIC, quando estava em Gurupi.

2ª prisão
Na última terça-feira, dia 16, a operação Hórus foi intensificada quando os policiais civis da 8ª DEIC, 7ª DRPC e 3ª DHPP, efetuaram a prisão de um indivíduo de 50 anos, que possui condenação no estado de Mato Grosso pelo crime de estupro de vulnerável e foi capturado, em Gurupi, no Setor Eldorado, após passar mais de 10 anos foragido da Justiça.

3ª prisão
Já nesta sexta-feira, os policiais civis da 7ª DRPC, 8ª DEIC, 3ª DHPP e 84ª DP, voltaram a campo e em uma missão no interior da Ilha do Bananal conseguiram efetuar a prisão de mais um foragido da Justiça por estupro, fechando a semana de muito êxito.

Para o delegado Rafael Falcão, a semana foi muito produtiva, no que se refere as ações da operação Hórus, uma vez que foragidos da Justiça por crimes hediondos como tráfico de drogas e também estupro de vulnerável foram capturados. “A Polícia Civil do Tocantins não mediu esforços para identificar e localizar o paradeiro desses foragidos da justiça, sendo que um deles, preso nesta sexta-feira, estava em um local de difícil acesso dentro da Ilha do Bananal, mas foi capturado por meio das ações realizadas pela PC-TO”, disse.

O delegado também aproveitou a oportunidade para agradecer o empenho de todos os policiais civis envolvidos nas ações da Operação Hórus, em Gurupi, durante a semana.

 

Publicidade    
Clique Para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TENDÊNCIA