Conecte-se Conosco
 

 

Municípios

TO – Gestões Municipais devem ser facilitadoras do Censo Demográfico; “Fundamental para as políticas públicas”, diz presidente da ATM

Publicado

em

A Associação Tocantinense de Municípios (ATM) abraçou o Censo Demográfico 2022, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Durante esta semana, a entidade municipalista tem conscientizado e reforçado aos gestores municipais a importância do Censo para os Municípios e suas gestões.

“O Censo é uma das principais fontes de informação aos gestores municipais, traz um diagnóstico do Município, identifica as mudanças, e auxilia na elaboração de políticas públicas locais. Precisamos conhecer o agora para elaborar o amanhã”, frisa o presidente da ATM e prefeito de Talismã, Diogo Borges.

Presidente da ATM e prefeito de Talismã, Diogo Borges.

Campanha – A entidade criou uma página em seu site institucional, que traz informações sobre o Censo, com link direto à página oficial e as peças publicitárias que podem auxiliar as gestões locais. “As prefeituras devem ajudar na logística dos recenseadores e executar uma comunicação social que conscientize as pessoas a receberem os pesquisadores” sugere o presidente da ATM. A entidade também fez posts sobre o Censo em seus perfis nas redes sociais.

Grau de participação e recebimento – A ATM destaca ainda que o Censo é fundamental para definir o grau de participação do Sistema Único de Saúde (SUS) e do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) no Município, já que esses sistemas tem como base a contagem per capita para definir o nível de transferência de recursos financeiros, humanos e tecnológicos ao ente local.

“Mais do que isso, é por meio da contagem populacional que o Tribunal de Contas da União redefine os coeficientes do FPM, para mais ou para menos. Daí a importância de uma população bem contada”, diz Borges. O FPM é o Fundo de Participação dos Municípios, principal recurso financeiro de mais de 100 municípios tocantinenses.

Fazendo mais, com menos – “Se eventualmente o Município está com a população defasada, é sinal claro e evidente que o gestor público está fazendo mais gestão com menos recurso do que deveria. O Censo é extremamente estratégico para as gestões municipais”, enfatiza o presidente da ATM.

Atualizações – A atualização do Cadastro Nacional de Endereços para Fins Estatísticos também é outro fator importante que o Censo possibilita aos Municípios, aponta a ATM. Ainda, traz um retrato do mercado de trabalho, da taxa de desemprego e informações eleitorais, além de observar o fluxo imigratório entre Municípios e Estados, explica a entidade municipalista.

O IBGE anunciou que o prazo de coleta do Censo 2022 está prorrogado até o início de dezembro. Desde quando iniciou a pesquisa, o IBGE informava que os trabalhos seriam encerrados em 31 de outubro. Porém, dificuldades na coleta de dados, tanto pela falta de recenseadores quanto pela falta de resposta nos domicílios, fizeram o Instituto prorrogar o prazo de término do Censo.

Confira a mensagem do presidente da ATM no canal da entidade no Youtube.

Publicidade    
Clique Para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TENDÊNCIA