Conecte-se Conosco
   

Esportes

SENAI e Energisa Tocantins lançam curso de formação de eletricistas exclusivo para mulheres

Publicado

em

Em uma iniciativa inovadora e inclusiva, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) em parceria com a Energisa Tocantins, está oferecendo um Curso de Formação de Eletricistas de Redes exclusivo para mulheres. As interessadas em participar do curso podem realizar suas inscrições até o dia 10/07 por meio do link: https://grupoenergisa.gupy.io/jobs/7367376.

O curso, que visa capacitar mulheres para atuarem na área de eletricidade, busca promover formação para a inclusão feminina em um setor tradicionalmente masculino. Rhayane Florentino, Analista de Recursos Humanos da Energisa Tocantins, enfatizou a importância desta iniciativa.

“Estamos muito entusiasmados em anunciar a abertura das inscrições para a turma exclusiva para mulheres do curso de eletricista, uma parceria inovadora entre o SENAI Tocantins e a Energisa. Este projeto é um marco importante para a promoção da igualdade de gênero no setor elétrico, proporcionando às mulheres a oportunidade de se qualificarem e se destacarem”, afirmou a diretora regional do SENAI Tocantins, Márcia Rodrigues de Paula.

“Convidamos todas as mulheres interessadas a se inscreverem e aproveitarem esta oportunidade única de se qualificarem como eletricistas, contribuindo para um futuro mais igualitário e próspero para todos”, completou a diretora regional.

“Iniciativas como esta são muito importantes para oferecer capacitação a muitas mulheres e permitir que elas ingressem em um setor que, cada vez mais, atrai o interesse feminino. A Energisa tem como premissa promover inclusão e diversidade, e ações como esta contribuem significativamente para a transformação social e econômica, possibilitando que mais mulheres alcancem independência financeira e profissional”, destacou Rhayane Florentino, Analista de Recursos Humanos da Energisa Tocantins.

A concessionária também reforçou a importância da participação de mulheres indígenas e quilombolas na formação. “Estamos empenhados em fortalecer a presença dessas mulheres em nossos treinamentos, pois reconhecemos o valor de sua participação. Isso não só promove a diversidade, mas também enriquece nosso aprendizado coletivo e contribui para uma sociedade mais inclusiva e igualitária,” destacou Rhayane.

Para se inscrever no curso, as candidatas devem atender aos seguintes requisitos:

– Ser maior de 18 anos;

– Ter ensino médio completo;

– Possuir CNH categoria B;

– Disponibilidade para participar das aulas teóricas e práticas, que serão ministradas de segunda a sexta-feira, no período noturno.

Publicidade    
Clique Para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TENDÊNCIA