Conecte-se Conosco
   

Brasil

Alexandre Padilha fala em união para reconstruir o Brasil durante visita à FIETO; Vice-presidente Osvaldo Stival recebeu o ministro

Publicado

em

O vice-presidente da FIETO, Oswaldo Stival Júnior, representando o presidente Roberto Pires, também expôs a grande expectativa para o setor da indústria da aprovação da Reforma Tributária, que está sendo votada no Congresso.

PALMAS-TO –  Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (FIETO) recebeu na sexta-feira, 10/11, o ministro-chefe da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Alexandre Padilha, para um evento com empresários, parlamentares federais e estaduais e representantes do Executivo Estadual e Municipal.

O ministro pediu união entre os diversos setores para a reconstrução do Brasil. “Houve uma compreensão das forças políticas e dos diversos setores da economia e a indústria ocupa um papel muito importante neste cenário, da necessidade de, neste primeiro ano, reequilibrar o ambiente econômico do país. Mostrar para quem quiser investir neste país que pode ter a confiança no futuro e previsibilidade, saber o que vai acontecer neste país”, afirmou Padilha.

O vice-presidente da FIETO, Oswaldo Stival Júnior, representando o presidente Roberto Pires, também expôs a grande expectativa para o setor da indústria da aprovação da Reforma Tributária, que está sendo votada no Congresso. Stival disse que o setor produtivo tem apoiado a reforma, mas fez um alerta para que o novo modelo tributário seja justo para todos.

“O Brasil tem a grande oportunidade de aprovar uma reforma que seja um acelerador para o desenvolvimento do país, acabando com os obstáculos que impedem hoje que o setor empresarial cresça e que punem o consumidor brasileiro. A reforma precisa olhar o país como um todo, para que estados como o Tocantins não sejam punidos, mas tenham a mesma oportunidade de crescer que outros estados com uma estrutura econômica mais consolidada”, pontuou Stival.

Sobre a votação da Reforma Tributária no Congresso, o ministro Alexandre Padilha agradeceu o envolvimento das federações de indústria nos estados e da Confederação Nacional da Indústria (CNI) na aprovação da reforma. “Ela tem um peso significativo, sobretudo, para o setor da indústria. Com essa reforma, estamos fazendo três coisas que são fundamentais, que beneficiam muito a indústria do estado do Tocantins. Primeiro simplificar impostos, unificando esses impostos, facilitando e atraindo investimento em função disso. Segundo, uma mudança muito importante para estados como o Tocantins, porque você muda a cobrança, com o benefício do imposto passando da origem da produção para o destino da produção. Isso tem um peso muito forte e muito importante para estados que são mais consumidores do que produtores, hoje ainda como o estado do Tocantins. E terceiro a criação do Fundo de Desenvolvimento Regional, que é importante para estimular o investimento e o desenvolvimento de estados que não tiveram as mesmas oportunidades históricas”, defendeu Padilha.

Estiveram presentes no evento da FIETO, o vice-governador Laurez Moreira, a senadora Professora Dorinha, o deputado federal Ricardo Ayres, os deputados estaduais Júnior Geo e Jair Farias, diversos secretários de estado e da Capital, além de representantes dos setores da indústria tocantinense e empresários.

Publicidade    
Clique Para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TENDÊNCIA